Voltar

Vamos falar sobre solidariedade infantil?

O espírito de coletividade e o valor moral de ajudar o próximo precisam ser motivados nos pequenos desde a escola até em casa. É importante que eles se sintam fazendo parte de um todo e o sentimento de dividir, colaborar e ajudar é fundamental para o desenvolvimento tanto profissional quanto pessoal do futuro das nossas crianças.

A solidariedade ultrapassa a linha individual e abrange o coletivo. A empatia acompanha a solidariedade que muda o mundo e faz toda a diferença no universo. Estudos comprovaram que ao praticar uma atitude solidária o cérebro libera a substância da endorfina que promove a felicidade.

Agora no final do ano, que tal motivar os filhotes a doarem aqueles brinquedos em bom estado que eles já não usam mais para orfanatos? A compreensão de que outras pessoas precisam deles e uma boa atitude mesmo que for pequena geram um resultado positivo é muito importante.

Quando este valor é desenvolvido nos pequenos e eles partem para o universo escolar fica mais flexível tanto para professores quanto para os colegas de classe. Aprender a se colocar no lugar do próximo, minimiza as brigas, melhora os trabalhos em grupo e o espírito de equipe ajuda em todas as disciplinas.

Com o passar tempo estimular alguma atividade social dentro de alguma ONG é uma forma de colocar em prática o valor da solidariedade ensinado desde a primeira infância.

Outro ponto fundamental que a solidariedade causa na vida das crianças é quando eles ganham um irmãozinho, o ciúme natural é minimizado com a união. A família é fortalecida pelo amor e empatia. A criança se torna um adulto muito mais consciente e solidário.

Assine nossa newsletter