Voltar

Seu filho tem medo do escuro, o que fazer?


O medo é um sentimento comum a todos os seres humanos. A diferença dos adultos para as crianças é que os adultos têm ferramentas racionais e emocionais para compreender e combater o que sente e as crianças ainda não.

A criança constrói seu mundo de fantasias, na qual existem seres imaginários, como fadas, princesas e bruxas e é neste momento que começa a nascer nela o medo, principalmente no escuro, onde está sozinha e sem a proteção dos pais. É no escuro onde os monstros aparecem debaixo da cama, e as sombras se tornam verdadeiras bruxas. O medo faz parte do desenvolvimento infantil e começa aos três anos de idade (fase da fantasia) desaparecendo por volta dos seis anos.

Na hora de dormir o ideal é que a criança tenha uma rotina leve, sem histórias que possam assustar ou causar medo, mas, se mesmo assim quando você apagar a luz seu filho começar a sentir medo, é hora de ajudá-lo.

– Nunca desconsidere o que ele está sentindo, dizendo que ele já é um “homem” ou uma “moça” e que não tem que ter medo de nada ou que isso é uma bobagem. Mostre que você entende seus sentimentos, e que também as vezes sente medo de algumas coisas.

– Pergunte o que faz ele se sentir assim, quais são seus verdadeiros medos, deixar ele falar, se abrir com você, em seguida, procure tranquilizá-lo dizendo que está tudo bem e que ele está em segurança;

– É importante explicar que os monstros e fantasmas não existem na vida real, que eles ficam somente dentro dos livros e não o farão mal algum, e que você estará ali caso ele precise;

– Console seu filho na cama dele, no seu próprio quarto, não o leve para sua cama, isso não ajudará a vencer seu medo e sim fugir dele;

– Deixe que a criança tenha objetos que ela se sinta mais segura na cama, como um ursinho de pelúcia, ou seu brinquedo predileto;

– Coloque um abajur em seu quarto para que ela possa ascender quando tiver medo e se a criança pedir pra deixar a luz do corredor ou do banheiro acesa, deixe, não há mal algum, aos poucos ela vai conseguir se desvincular disso;

– Elogie-a quando exibir uma postura mais corajosa diante de seu medo.

O medo da criança de escuro é natural, mas deve ser trabalhado para que ela se sinta mais confiante e possa ter boas noites de sono, o que é fundamental para seu desenvolvimento.

Todo pai quer proteger seu filho, ainda mais se ver que ela está sofrendo, mas, tome cuidado para não exagerar na proteção, achando que vai conseguir livrá-lo do medo se na hora de contar a história, contar somente a parte feliz da Branca de neve e “esquecer” completamente da bruxa que deu a maça envenenada para ela. Não vai resolver, isso não irá protegê-lo, pelo contrário, atrasará seu processo de desenvolvimento, ele sentir medo faz parte do seu crescimento. Contos e histórias onde os heróis vencem o mal faz a criança perceber que ela também pode vencer seus medos e aos poucos irá descobrir que lutar e vencer faz parte de uma grande conquista.

Texto retirado dia 05/09/2019, do site Bem Pediátrico escrito pela Drª Fabiana Arantes de Araújo Mendes.

Equipe Emporio da Papinha

Assine nossa newsletter